Uma Imagem Vale Por Mil Palavras, Mil Caracteres Uma Imagem

rubrica

Uma breve passagem entre luzes e sombra. Era só o que lhe parecia. Os dias tinham passado num ápice e não conseguira perceber o propósito para tal sucessão de histórias, a perder realidade a cada passo. Algures na memória, já não as podia desenhar bem. Histórias. Como que inscritas num quadro fugidio, sem possibilidade de detalhar concretamente, mas cuja imagem não se diluía por inteiro. Até que ponto estas fariam parte de si e o que sobraria como mera paisagem?

Via-se agora, também, a si própria, como um vulto a quem não reconhecia uma face concreta, antes uma mutação constante, onde algo permanente, sem dúvida, a mantinha de pé. A tal força que tantas e tantas vezes precisara para se agarrar e seguir… Mesmo quando não ficara totalmente claro o propósito para o fazer. Nem o que havia aproveitado, no seu íntimo, daquilo em que mais se empenhara, se poderia ter feito melhores escolhas, e qual a lógica de um valor a atribuir a tudo o que sentira.

<Texto de Maria Helena Tavares para Fotografia de Paulo Pimenta>