Uma Imagem Vale Por Mil Palavras, Mil Caracteres Uma Imagem

rubrica

A écharpe tinha sido um presente dele.
Recordava tudo o que sucedera não esquecendo que tinha de apressar o passo se não queria perder o último comboio.
Não se queria sentir responsável se algo lhe acontecesse. Estava como de costume apático e parecia não a reconhecer. Nada de novo. Quantas vezes já tinha feito aquele trajeto? Tinha perdido a conta. No início, tinha um olhar esperançoso, agora limitava-se a cerrar firmemente a boca e tentar passar despercebida.
Mas naquele momento a sua preocupação era chegar a horas à estação.
Sabia que não era visto com bons olhos, mas conhecia um atalho. Se atravessasse o claustro do convento das carmelitas pouparia quase cinco minutos no seu percurso.
Àquela hora as freiras cantavam as vésperas e ninguém iria ouvir os seus passos ritmados.
Nem por segundos olhou para a figura de Cristo pintada naquela parede.
Ele, que a tinha abandonado.

<Texto de Helena Rato para Imagem de Paulo Pimenta>