Uma Imagem Vale Por Mil Palavras, Mil Caracteres Uma Imagem

rubrica

<Mensageira>

saindo da convivência comum dos pássaros
atravessou a rua para o lado da realidade e fez-se
mulher apressada para estar de acordo com as coisas visíveis


embrulhou a cabeça num lenço branco para esconder as penas no cabelo
vestiu um sobretudo a preto e branco
e escondeu resto das cores na carteira
a realidade não aceita ser reescrita para chorar
vive da urgência das coisas uteis e necessárias e não se distrai
nunca


na minha história há uma mulher tangível
que a meio da fuga e apanhada pelo foco de luz do carrasco
consegue escapar por entre as ruas da cidade
para se transformar numa ave exuberante
a caminho do futuro


chegará ás árvores verdes e altas
onde as fronteiras são inexistências


só descerá às pernas em dias de saudade de hoje
quando o outono voltar aos dias certos
e se puder agarrar ao castanho vermelho das folhas


há uma liberdade sonora a correr pelas ruas
sem que se saiba se foge ou chega
ou se são passos indiferentes de uma mulher apressada
que foge do frio

Tudo na mesma mensagem

<Fernando Couto Ribeiro para imagem de Paulo Pimenta>