Viagem ao Centro dos Bares dos Teatros

rubrica

 

Começamos hoje um périplo… como que a fazer pequenas viagens pelos bares dos teatros em Portugal. Começamos em Tondela, com o Bar ACERT… precisamente onde foi feita a proposta por co produtores da TKNT. Seja bem-vindo a conteúdos não patrocinados, mas sem crítica. São descrições de sítios muito particulares.

Desse por onde desse, aquela fotografia tinha de estar ali. A imagem de Carla Torres a meio do balcão acima do nível do olhar, reparando a memória e reparando que é coisa o mais importante mesmo num bar de teatro. Aliás, sobretudo num bar de teatro. Poderia ser um serviço de café qualquer, ou de bebidas com um outro concerto, mas a responsabilidade é muito maior. É isso que se sente quando entramos, na ACERT em Tondela, e onde o Bar ACERT começa na esplanada e prolonga, embora de forma absolutamente independente, o rigor de oferecer uma alternativa cultural e de espaço para a cidade de Tondela e para aqueles que se aí dirigem. Fotos de cena de Carlos Teles ou Ricardo Chaves, várias gerações de actores, cenógrafos e figurinistas estampados.

Festival Internacional de Teatro, Tom de Festa, Queima do Judas, conferências, exposições e programação regular precisam de uma estrutura que seja mais do que passagem. Tem de funcionar como porto de abrigo e ponte para as várias actividades. E funciona. Vai além. O Bar ACERT tem uma programação própria, quer musical quer de tudo aquilo que faça parte do tipo de espectáculos que caibam no denominado café concerto.

O Spotify ronda muitas vezes os Portishead e recorda os que se mais gostam na casa como The Legendary Tiger Man ou até o Buena Vista Social Club. Há muitas histórias aqui. Desporto até pode existir num ecrã, mas torna-se apenas pano de fundo, porque importante é o sofá e a decoração com pequeno candelabro, os livros e as mantas que já protegeram crianças e adultos nas noites mais frescas, de Primavera ou Verão e, claro, por lá estão nos dias de Inverno.

O que ressalta nesta normalidade com sumos naturais, tostas variadas e conversas do quotidiano ou de pós espectáculos, entre o corre-corre dos palcos e os lugares de produção, o Bar ACERT é exactamente o lugar devolvido a uma casa onde se pode pousar a cabeça. E onde está a memória, sobretudo a memória do Teatro da ACERT… nomeadamente do Trigo Limpo? Sente-se numa qualquer mesa e entenda. Melhor… leia o que é o palco desde há 40 anos.

O Cliente Devedor Nuno F Santos Cash