Uma Imagem Vale Mil Palavras, Mil Caracteres Uma Imagem

rubrica

Talvez seja domingo, dia santo para cristãos, no caso ortodoxos, sugere a imagem, formato digital, preto e branco. Apostemos, foi capturada por fotógrafo premiado! Afastando dedos polegar e indicador sobre o ecrã a afinar pormenores haverá ainda dúvidas sobre o edifício, até pelo nosso rudimentar conhecimento em História da Arte.
Arrisquemos monumento religioso, igreja bizantina, assim indiciam parede e frisos no plano inferior direito da imagem. No superior, luz proveniente de janela em arco atravessada por faixas paralelas de sombra, malogradamente para nós, bom para a estética fotográfica, escondem parte dos frescos representando cenas religiosas. No inferior esquerdo: mulher, meia-idade, semblante pensativo, reverente, ansioso. Veste casaco escuro, padrão intemporal, cabeça projetada adiante coberta por lenço de alvura imaculada, incandescente, o sol da fotografia. No ombro esquerdo a alça da mala preta, aperta-a ciosa e fortemente contra o corpo (cuidado, até na igreja há larápios sem escrúpulos). Mesmo congelada pela câmara caminha apressada, quer arranjar lugar sentada junto ao local da celebração. Assim as suas preces voarão mais alto pelo céu, serão as primeiras a ser atendidas pelo Altíssimo. Amen!

<Texto de Maria Manuel Baptista para Imagem de Paulo Pimenta>