Ainda Se Consegue Bem «Sonhar com Asas» !

Livros

 

portada sueños.indd

 

Voar é ser e ser é voar. Estendida ao comprido de duas páginas com o mundo na mão, língua tipo refrão e cabeça nas nuvens assumindo assim mesmo maneira de estar. É a protagonista de um «Sonho com Asas» sem preconceito dos títulos simples nem dos sonhos… simples. Entre pássaros e tamanhos diferentes, surreais… até surrealistas um pouco, por entre as dimensões a várias dimensões um dia….

SonhoComAsas

Bem, o que acontece não podemos dizer, mas há palavras que vão ser esquecidas e rimam uma com a outra… pelo menos as que temos na cabeça. Quais são? Que pergunta a vossa! Se as disséssemos ficávamos de vez sem “chão”. “Não” não, nem pensar! E os pássaros desta história ilustrada com páginas que se desdobram e uma menina mulher senhora criança que tem vontade própria… os pássaros… serão melros? Melros assim tão tornados maiores e mais fortes? Confundem-se com as borboletas, com as flores, com as pessoas e os seus sonhos sozinhos desenhados por Fátima Afonso. Tal como a vida estendida ao comprido na linguagem embalada de Teresa Marques.

sonho com asas 2

Entretanto, a Kalandraka com mais livros para sonhar… desta vez com asas.

<Texto> Nuno F. Santos