Queres Mesmo Saber Como Se Faz Um Pão de Leite?

Literatura

 

Quem se lembra de Oliver Hardy? Quem sabe quem é? Bucha. Ops, Bucha do «Bucha e Estica», dupla mítica do cinema. Nada de insultos! Este Bucha, muito bem disposto, entra «Na Cozinha da Noite», que a Kalandraka vai buscar aos anos 70 e onde Carla Maia de Almeida traduz um mundo onde Miguel…. Bem, onde Miguel se mistura mesmo com a farinha e o leite para fazer deliciosos pães. O mundo dos pãezinhos de leite é fermentado à noite, quando as crianças dormem. E aí o livro de Maurice Sendak torna o impossível em possível, graças a um desenho e imagem surrealistas. Nova Iorque, a cidade que se diz nunca dormir, que hoje no livro até pode ser qualquer uma das cidades onde se fazem pães, tem espremedores de laranja gigantes, prédios com feijões em vagem, leiteiras e uma lua amarela por entre as estrelas. Miguel voa sem roupa, depois envolto em farinha. Miguel entra no forno, Miguel é o segredo para os pães de leite de todas as manhãs.

na cozinha 2

Se o Surrealismo deste «Na Cozinha da Noite» pode surpreender, provavelmente mais os adultos do que as crianças, isso deve-se apenas ao facto de que as suas imaginações já têm limites. Nem todas claro. Ora então despertem senhores e senhoras para o universo em que tudo é possível, onde nada faz mal a ninguém e voar com um copo medidor na cabeça com três gordinhos cozinheiros a trabalhar com vocês dá muito trabalho, que é recompensado pelo esforço de deliciarem todos os que pela manhã comerem um pão de leite.

Podem dormir descansados, enquanto todos os outros comem. E só assim, claro, podem explicar às crianças como são feitos os pães de leite.

na cozinha 1

Adicionem-lhe o “Uma Vez” ou, se preferirem, sigam a receita tal qual Maurice Sendak a evoca, numa recordação da sua própria infância. Quando o autor tinha 11 anos parou maravilhado em frente à montra da pastelaria Sunshine Bakers, em Nova Iorque. O lema era: “Nós forneamos para ti enquanto dormes”. Anos depois, Sendak contaria que este livro foi uma espécie de vingança: “Agora já sou suficientemente crescido para ficar acordado  durante a noite e saber o que se passa Na cozinha da noite!”.

Vá, os que tiveram a paciência para ficar acordados até ao fim deste artigo já não precisam de ficar acordados na próxima madrugada. E como se portaram bem, têm direito a um pão de leite.

<Texto>Nuno Devorador de Pães de Leite
na cozinha da noite 3