Uma Imagem Vale Mil Palavras, Mil Caracteres Uma Imagem – #8

 

 

memorias paulo pimenta

Pobre moça de loiros caracóis”. 17 anos de sonhadas primaveras, roubadas pelo destino naquela manhã fria e cinzenta da cidade, a caminho da estação.

Esperavam-na os negros campos de morangos, num encarnado afinal tão vivo que se sentiria perdida, confusa de sentimentos.

Assim foi chamada, um dia, quando deu atenção às páginas do que hoje denominamos “os classificados” de um jornal. Da mãe, recordava os conselhos, o afecto, mas também a obrigação de trabalhar. Se pudesse, ao mesmo tempo, seguiria a missão de ser feliz por entre o que não queria.

Muitos anos… anos sem conta depois, ela regressa à cidade que a viu partir. E regressa precisamente (ironia do destino?) no mesmo comboio da viagem que recorda esse dia de aniversário, essas 17 sonhadas e roubadas primaveras.

Retira cuidadosamente o espelho da carteira. Ao olhar-se, as palavras são como o reflexo do espelho: “Pobre moça de loiros caracóis… afinal ainda aí estás!”

<mil caracteres de Ana Canavarro , a partir das memórias do fotógrafo Paulo Pimenta>