Uma Imagem Vale Mil Palavras, Mil Caracteres Uma Imagem – #11

 

memorias paulo pimenta

«Maria Vaivém»

Já fui e volto à bolina do Sol. Saí já atrasada, sei que não chego a tempo de nos encontrarmos a sós, como nos temos prometido. Mas vou, como se tivesse um outro melhor sítio para onde ir, ou houvesse opção de fugir a quem me tolda o pensamento… estou tão atrasada!

Sei que estarás lá; com dó me recolherás, mais uma vez. As minhas falhas são debeladas pela tua constante benevolência, como se o teu presente colmatasse o meu eterno atraso, como se fosses o dono do tempo, pelo menos do nosso. Esperas-me, tal como o cais espera as amarras, sem pressas nem ciúmes, não importando a maré.

Quem me dera chegar a tempo… quem dera que me presenteasses com a tua ausência, para ter o fel da minha corrida em vão, ficar de mãos vazias sentada no banco de jardim, aconchegada à mala que me deste sorrateiramente na Páscoa, enquanto vejo a cidade do miradouro expandir-se até a linha do horizonte…

Cheguei finalmente… e ali estás, como sempre, de sorriso aberto para mim.

<mil caracteres de João Vilas Maia a partir da imagem das ‘memórias’ de paulo pimenta>