Uma Imagem Vale Mil Palavras / Mil Caracteres Uma Imagem – #1

 

memorias paulo pimenta

Um erro de informação. Foi o que ouviu quando regressou à VIDA.
Sentiu-se a menos. Paredes brancas, sem tempo nem cheiro.

Tinha corrido mal.

O carniceiro entrou-lhe pelo quarto. Cara tingida de doutor, suja. As palavras escorregaram-lhe da boca. Refrão ensaiado, quase melodia. Só guardou a conclusão.

Mastectomia à mama errada. Confundiram-na com outra desgraçada. Acontece a qualquer um?!

Nisto, um cão selvagem pega nela por uma ponta e abana-a como se fosse um trapo velho. Boneca (des)articulada de órbitas esbugalhadas. Retalhada em mil pedaços. Foi exatamente assim que se sentiu. Esfrangalhada por um galo de rinha. Rasgada por dentro.

Agora, tentava quimicamente regressar a ela.

Catou os pedacinhos de carne picada espalhados pelo autonivelante do chão. Colocou um lenço à cabeça e dirigiu-se à Estação. Ia à procura de Justiça. Menos mulher, mais decidida.

Havia de se recompor… primeira instância. O corpo deformado, o indício. A vida retalhada, a prova.

Qual erro de informação?! Perceberam bem….

Iria ganhar aquela merda ou não se chamava ela assim. VITÓRIA.

(Mil Caracteres de Mariana Barbosa a partir de uma imagem de Paulo Pimenta)